Hoje vamos falar de um tema que gera muitas dúvidas: compressores de ar! Mas sem pressão, estamos aqui para ajudá-lo.

Quando vamos adquirir um compressor de ar somos bombardeados por informações que muitas vezes não conhecemos, mas, são fundamentais para garantir que estamos comprando o equipamento ideal, que suprirá nossas necessidades de forma adequada e a um preço justo.

Mas então o que devemos observar em compressores para fazer a melhor compra?

A seguir listamos alguns pontos que se destacam referentes a compressores e o auxiliarão no momento da escolha.

Pressão

O primeiro ponto a se verificar é sobre a pressão. Antes de entrarmos nesse quesito, vale uma ressalva. Quando falamos de pressão de ar não estamos falando de pressão atmosférica que é a pressão exercida pela atmosfera sobre a superfície e sim sobre qual a força de compressão do ar dentro do cilindro (tanque de reservatório).

Para medição dessa pressão é utilizado o sistema de medida PSI (abreviação em inglês pound force per square inch) que é a pressão resultante da força de uma libra-força (unidade de força usada em alguns sistemas de medida, tais como o sistema de unidades inglesas de engenharia. Uma libra-força é igual ao peso (sendo o peso uma força) exercido sobre uma massa de uma libra (0,45359237 kg) submetida à gravidade padrão aplicada a uma área de uma polegada quadrada.

A pressão dos compressores de ar é exibida através dele, de manômetros que utilizam esse sistema de medição.

Esta unidade de medida de pressão ainda é muito utilizada em indústrias inglesas e americanas, mas hoje estão sendo substituída pelo kPA (pascal – unidade de pressão do sistema internacional de unidades) e pelo bar (1 bar é o equivalente a 14,5 PSI).

É importante conhecer a pressão para adquirir o compressor, para que não tenha danos no equipamento devido a uma pressão maior que a recomendada ou uma perda de eficiência por baixa pressão no ar comprimido.

Outro fator relevante sobre a pressão é o pressostato (que já falamos aqui na matéria sobre instalação do compressor), um equipamento de segurança que faz o controle do funcionamento do compressor evitando explosões do mesmo.

Reservatório

O Reservatório é outro ponto importante pois trata-se do cilindro de armazenamento do ar comprimido, este é medido em litros. Os reservatórios têm grande variação de tamanho, a partir de 5 litros chegando até aproximadamente 500 litros de capacidade. Quanto maior o reservatório, maior a capacidade do compressor atingir uma pressão elevada chegando a atingir 175 libras.

Existem também os compressores que não têm reservatórios, chamados de compressores de ar direto e sua pressão pode atingir até 40 libras e dependendo do serviço a ser executado é uma boa opção, mas não é o mais recomendado a indústrias por exemplo.

Vazão

A vazão de ar do compressor é importante pois está também diretamente ligada a capacidade de atender a demanda de ar comprimido do seu projeto, as unidades mais usuais para identificação de vazão são: PCM (pés cúbicos por minuto), M³/min. (metro cúbico por minuto), ou L/min (litros por minuto.

O sistema mais utilizado é o PCM (pés cúbicos por minuto). Ele equivale em média 28 litros de ar por minuto.  Os equipamentos que são ligados a rede de ar normalmente têm em suas especificações a sua carga necessária de PCM.

Recomenda-se a escolha de um nível um pouco acima do necessário, pois pode haver perda no rendimento volumétrico do ar comprimido em alguns compressores e tubulações.

Como exemplo podemos apresentar:

Um compressor ar de 10 PCM (pés), medida de vazão, por exemplo, pode ser usado em oficinas mecânicas, marcenarias, borracharias, serralherias, funilarias e marmorarias, bem como pequenas e médias empresas e postos de serviço.

Já um de 40 Pés, pode fazer serviços mais pesados na indústria e construção civil.

Essas são algumas das principais características para a aquisição de um compressor, é sempre necessária uma revisão do projeto, planejar bem para que a escolha seja bem-feita. Recomendamos sempre a orientação de profissionais da área para uma melhor avaliação das necessidades para que possa ser estabelecido os critérios de compra com alta eficiência aumentando assim o desempenho de seu negócio e evitando problemas técnicos e até mesmo possíveis acidentes.

Ficou com dúvidas? Acesse nosso site, ou procure nossos vendedores nas lojas físicas que eles irão orientá-lo na sua aquisição.

Gostaram dessa dica? Continue acompanhando nossa página e deixe seu comentário!

 

Categorias: Compressor de arDicas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *